Notícias

« Voltar

Vacinação contra a Febre Amarela

A vacina tem o vírus da febre amarela “enfraquecido” (atenuado).Quem é transplantado de órgãos sólidos (coração, fígado, intestino, pâncreas, pulmão, rim) tem a defesa diminuída pela ação dos remédios que evitam a rejeição (imunossupressores).

Publicado em: 9.03.2018 às 4:28 pm

ATENÇÃO, PACIENTES TRANSPLANTADOS!!!

Pacientes transplantados (órgãos sólidos) NÃO PODEM TOMAR A VACINA CONTRA FEBRE AMARELA – NEM A DOSE INTEIRA, NEM A DOSE FRACIONADA!!!

A vacina tem o vírus da febre amarela “enfraquecido” (atenuado). Quem é transplantado de órgãos sólidos (coração, fígado, intestino, pâncreas, pulmão, rim) tem a defesa diminuída pela ação dos remédios que evitam a rejeição (imunossupressores). Se o paciente transplantado receber a vacina da febre amarela, o vírus da vacina pode provocar a respectiva doença, que é grave e pode matar.

Transplantados de Tecidos (córnea, ossos) podem receber a vacina contra a febre amarela, desde que não estejam em uso de medicação imunossupressora. Caso estejam, deverão conversar com seu médico.

Transplantados de Medula Óssea podem receber a vacina após dois anos do transplante, se não estiverem em uso de medicação imunossupressora ou com recidiva da doença de base. Caso estejam em uso de alguma medicação, converse com seu médico.

Gestantes (ou amamentando) e pessoas acima de 60 anos também devem procurar orientação individualizada.

Para evitar a febre amarela, os transplantados devem evitar a picada do mosquito:
– Usar camisas de mangas longas, calças compridas, de preferência de cor clara.
– Ficar em lugares fechados com ar condicionado ou que tenham janelas e portas com tela para evitar a entrada de mosquitos.
– Dormir debaixo de mosquiteiro.
– Evitar o uso de perfumes durante atividades ao ar livre nos ambientes de matas silvestres.
– Usar repelentes adequados. E reaplicar o repelente a cada 4/6 horas, conforme indicação no rótulo.
– Se for usar protetor solar, aplicá-lo antes do repelente.

Caso você tenha sido inadvertidamente vacinado, informe seu médico!

Departamento de Infecção em Transplantes da ABTO

 

Fonte: ABTO